quinta-feira, 10 de julho de 2014

Conheça Água Fria e sua história

           O Município foi criado por força de Resolução Régia de 28.04.1727 com o nome de Vila de São João Batista de Água Fria. Posteriormente, Decreto Imperial de 1832 fez mudar sua sede para o arraial de Purificação (atual Irará), não tendo, porém, sido executado. Em 1842, Resolução Provincial extinguia o município e criava o de Purificação de Campos (atual Irará). O município foi restaurado por Lei Estadual de 13.07.1962, com território desmembrado de Irará. A sede, criada freguesia pelo Alvará Régio de 11.04.1718, o nome de São João Batista de Água Fria, foi elevada à categoria de cidade quando da lei que restaurava o município.
A Cultura caracteriza a sabedoria e riqueza de um povo. As diferentes manifestações e expressões que os seres humanos trazem do longo de sua história formam uma marca que identifica e a malha que costura o mapa da expressividade cultural. Como conjunto de experiências humanas, adquiridas pelo contato social acumuladas pelos sujeitos através dos tempos, a cultura transforma-se na mais completa expressão de riqueza da história por representar a identidade de um grupo social.

Cada povo é dotado de saberes e expressões que são transmitidos ao longo dos tempos por diferentes grupos. As várias manifestações apresentadas pelas gerações são reflexos da sabedoria popular construída de forma coletiva para enriquecer e representar os diferentes grupos. Dessa maneira, a população aguafriense apresenta um histórico cultural amarrado de teias e significados tecidos por cada um como um acréscimo significativo a natureza. Essas teias estão presentes nas festas populares, no artesanato, na culinária, na música, na dança, no esporte, na religiosidade que, são fatos marcantes que compõem a história de cada cidadão aguafriense.
Todavia, as manifestações culturais de Água Fria, se estendem ao longo do ano, como por exemplo, a festa de São José, co-padroeiro do município em 19 de março que marca um momento de religiosidade e fé; há também a festa deemancipação política de Água Fria, em 13 de julho com um movimento cultural que agrega as diversas expressões e manifestações da cultura local.
Neste cenário cultural, ganham importância os festejos juninos, pois o mesmo constitui-se um período de manifestações artísticas - culturais em todas as comunidades aguafrienses, com várias apresentações de quadrilhas, inclusive concursos, grupos de forró, comidas típicas, dentre outros. A festa de 16 de agosto, em homenagem a São Roque, padroeiro de Fazenda Nova, povoado de Água Fria é outro marcante no calendário cultural municipal, atraindo visitantes de todas as regiões circunvizinhas, com várias atrações musicais e a tradicional cavalgada, contando com um grande número de cavaleiros e amazonas, culminando com a Missa do Vaqueiro, além dos festejos do mês de setembro em homenagem a São Cosme e São Damião, com rezas, sambas e distribuição de caruru em vários lares; o dia do Evangélico em 23 de setembro e por fim,a festa de Nossa Senhora da Conceição, no povoado de Maracaiá, em 08 de dezembro representando momentos da religiosidade e cultura dos munícipes.
As tradições culturais se mantêm ainda hoje por pessoas e grupos que acreditam na cultura como força vital da comunidade, através de manifestações como o samba de roda, bumba-meu-boi, chula, cantigas de roda, capoeira e forró pé de serra.

Nenhum comentário:

Postar um comentário