segunda-feira, 31 de agosto de 2015

Festa da Regional Qixabeira em Lamarão


A Quixabeira foi um movimento que começou a partir de uma pesquisa que fiz no final da década de 80 e a partir dela a gente conseguiu fazer o disco “Da Quixabeira pro berço do rio”. O sentido era dar ao trabalhador/compositor as mesmas condições que um músico profissional tem. O lançamento foi em Valente, com um carro de som. Enquanto ouviam as músicas, as lágrimas dos artistas desciam. Eles seguravam os discos e beijavam. O disco teve muito sucesso, apesar da tiragem ter sido muito pequena. A partir daquele momento, o agricultor percebeu a dimensão da beleza da cultura que fazia. Aproveitando este embalo a gente começou a fazer um movimento, que se chamou “da quixabeira” exatamente por causa do sucesso do disco. O Movimento da Quixabeira começou com seis grupos de quatro municípios. Aos poucos fomos aumentando e a partir de 1997, conseguimos realizar um sonho que eu pensava em alcançar desde o começo, que era fazer uma grande festa anual, que reunisse esse mundo rural. Para que ele tivesse pelo menos naquele momento a oportunidade de mostrar sua cultura. A primeira festa foi aqui em Valente, promovida pela APAEB e SICOOB-COOPERE e foi um marco. Foi o que alavancou pra gente seguir até hoje. Foi um trabalho árduo que começou no começo da década de 80 e hoje está conseguindo se impor. A primeira coisa foi mostrar ao agricultor que aquilo que ele fazia era muito bonito, que não podia ser jogado fora. À medida que o agricultor ia morrendo o filho estava pegando outras influências, que vêm pelo rádio e principalmente pela televisão. A TV quando entrou forte dentro da casa das pessoas, jogou essa cultura totalmente pra escanteio.  Agora começo a perceber que a gente está rompendo com isso. A TVE já fez dois documentários sobre o Movimento. A partir da VII Festa da Quixabeira (2003), em Biritinga, vimos que o jovem começou a acreditar, começou a ver que é gostoso, entrou na dança e saiu sambando e brincando. Essa cultura está se fortalecendo.  O Movimento da Quixabeira dividiu os grupos em 05 Regionais, Região de Feira de Santana, Região de Valente, Região de Alagoinhas, Região de Serrinha e Região de Araci.



Ontem ( 30.09) , foi realizada no município de Lamarão – Ba, mais um encontro das regionais do Movimento da Quixabeira envolvendo a cultura popular , do campo e amantes das raízes culturais. O evento contou com a participação da população, representantes das regionais, coordenadores de cultura, grupos de capoeira e vários grupo de Samba de Roda, tais como: Samba Burrinha – Biritinga, Os feras do Pandeiro e os alunos do velho Fidelis – Água Fria,  Pavão Dourado – Serrinha,  Dois Coqueiros – Tanquinho, Coqueiros – Santa Barbara, Renascer de Novo – Biritinga e Arco Iris - Lamarão








Nenhum comentário:

Postar um comentário